quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

MORREU EM UM SUSPEITO ACIDENTE DE AVIÃO O MINISTRO DO STF ZAVATSKI RELATOR DA LAVA JATO NO SUPREMO (ACIDENTE OU SABOTAGEM)

 Derrubaram o avião do Ministro Teori um dia antes de ele homologar delações da Odebrecht e Camargo Correa, que atingiriam segundo a imprensa personalidades do PSDB e Judiciário.





A IMPRENSA INTERNACIONAL PÕE SOB SUSPEITA A MORTE DE TEORI 
"Não esperem que seja uma possível sabotagem no avião de Teori um serviço de amador porque eles estavam monitorando o avião há mais de um mês e estes profissionais sabem como causar uma pani nos instrumentos e desorientar o piloto e os técnicos responsáveis devem investigar isto porque eu não acredito em falha humana segundo os próprios colegas do Piloto e a possibilidade de acidente com um avião com um Ministro do Supremo Relator do processo mais importante da história do Brasil é uma em dois milhões"





Regimento do Supremo prevê que ações do ministro que morreu em acidente em Paraty ficariam a cargo do substituto nomeado por Michel Temer  mas nesta situação substituto neste caso especifico não pode ser indicado por MIchel Temer porque eles é um dos investigados um dos delatados assim como a maioria dos seus Ministros



Eu não acredito em acidente na véspera da homologação da delação premiada da Odebrecht derrubaram o avião do Ministro do Supremo e isto deve ser investigado porque o resultado e a consequência da morte dele vai atrasar todo julgamento por muitos anos.       

 Derrubaram o avião do Ministro Teori um dia antes de ele homologar delações da Odebrecht e Camargo Correa, que atingiriam segundo a imprensa personalidades do PSDB e Judiciário.


O setor de inteligência do Supremo foi informado, de que espiões de Brasília dispunham de detalhes dos hábitos e horários do ministro, e iniciou investigação sigilosa para saber se Teori teve telefones grampeados e que outros tipos de monitoramento sofreu

O STF tem que impedir o Presidente MIchel Temer de nomear o substituto de Teori Zavaski ele não pode nomear um Juiz que vai continuar uma investigação contra ele e seus Ministros.


MACHADO - Um caminho é buscar alguém que tem ligação com o Teori [Zavascki, relator da Lava Jato], mas parece que não tem ninguém.


JUCÁ - Não tem. É um cara fechado, foi ela [Dilma] que botou, um cara... Burocrata da... Ex-ministro do STJ [Superior Tribunal de Justiça].

A OPINIÃO DO FILHO DO MINISTRO FALA EM SUSPEITA DE SABOTAGEM E HOMICÍDIO DO PAI   






O Ministro Teori Zavaski  tinha 68 anos e a morte dele foi confirmada pelo filho, Francisco Zavascki. O ministro do STF estava em um avião que seguia de São Paulo para Paraty (RJ), Teori tinha 68 anos e viajava em um avião de São Paulo para Paraty (RJ); aeronave caiu na tarde desta quinta-feira (19) no litoral do estado do Rio de Janeiro.  

LEMBRANDO UMA DE SUAS DECISÕES ELE SEMPRE FOI HONESTO E ISENTO 

"Decisão de Moro sobre telefonemas de Lula foi inconstitucional, decide Teori.

De acordo com o ministro, o decreto de fim do sigilo dos grampos foi ilegal e inconstitucional.

Ainda segundo Teori, a Lei das Interceptações, "além de vedar expressamente a divulgação de qualquer conversa interceptada (artigo 8º), determina a inutilização das gravações que não interessem à investigação criminal (artigo 9º)".

“Não há como conceber, portanto, a divulgação pública das conversações do modo como se operou, especialmente daquelas que sequer têm relação com o objeto da investigação criminal. Contra essa ordenação expressa, que — repita-se, tem fundamento de validade constitucional — é descabida a invocação do interesse público da divulgação ou a condição de pessoas públicas dos interlocutores atingidos, como se essas autoridades, ou seus interlocutores, estivessem plenamente desprotegidas em sua intimidade e privacidade.”


Associação dos Magistrados Brasileiros:

"Com enorme pesar e consternação a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) manifesta o sentimento de luto da nação brasileira com a notícia da morte do ministro Teori Albino Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), ocorrida nesta quinta-feira (19). Homem de caráter e conhecimento jurídico indiscutíveis, Teori pontuou sua vida pela retidão de suas atitudes. Nos últimos anos, ensinou aos operadores do Direito e a todos que acompanhavam sua carreira na mais alta Corte do País ser um exemplo de parcimônia e responsabilidade na atuação judicante. [...] A AMB manifesta suas condolências aos amigos, colegas e familiares do ministro."


O Senador Romero Jucá articulou politicamente o Golpe de Estado no Brasil e afirmou neste dialogo com um empresário investigado pela Operação Lava Jato que mantinha contatos com Ministros do STF e também com Comandantes Militares e isto é uma vergonha e um absurdo... quem são estes Ministros?  Quem são estes comandantes militares? graças a Deus eles disseram também neste dialogo que o Ministro Teori é muito fechado (honesto)


Veja a transcrição do áudio:

MACHADO - Um caminho é buscar alguém que tem ligação com o Teori [Zavascki, relator da Lava Jato], mas parece que não tem ninguém.

JUCÁ - Não tem. É um cara fechado, foi ela [Dilma] que botou, um cara... Burocrata da... Ex-ministro do STJ [Superior Tribunal de Justiça].


Fim da conversa no bate-papo




Sérgio Machado - Acontece o seguinte, objetivamente falando, com o negócio que o Supremo fez [autorizou prisões logo após decisão de segunda instância], vai todo mundo delatar.

Romero Jucá - Exatamente, e vai sobrar muito. O Marcelo, e a Odebrecht, vão fazer.


Machado - Odebrecht vai fazer.

Jucá - Seletiva, mas vai fazer.

Machado - A Camargo vai fazer ou não. Eu estou muito preocupado porque eu acho que... O Janot está a fim de pegar vocês. E acha que eu sou o caminho.
Jucá - [inaudível]

Machado - Hum?

Jucá - Mas como é que está sua situação?

Machado - Minha situação não tem nada, não pegou nada, mas ele quer jogar tudo pro Moro. Como não tem nada e como eu estou desligado...
Jucá - É, não tem conexão né...

Machado - Não tem conexão, aí joga pro Moro. Aí fodeu. Aí fodeu para todo mundo. Como montar uma estrutura para evitar que eu "desça"? Se eu descer...
Jucá - O que que você acha? Como é que voc...

Machado - Eu queria discutir com vocês. Eu cheguei a essa conclusão essa semana. Ele acha que eu sou o caixa de vocês, o Janot. Janot não vale "cibazol" [algo sem valor]. Quem esperar que ele vai ser amigo, não vai... [...] E ele está visando o Renan e vocês. E acha que eu sou o canal. Não encontrou nada, não tem nada.

Jucá - Nem vai encontrar, né, Sérgio.

Machado - Não encontrou nada, não tem nada, mas acha... O que é que faz? Como tem aquela delação do Paulo Roberto dos 500 mil e tem a delação do Ricardo, que é uma coisa solta, ele quer pegar essas duas coisas. 'Não tem nada contra os senadores, joga ele para baixo' [Curitiba]. Tem que encontrar uma maneira...

Jucá - Você tem que ver com seu advogado como é que a gente pode ajudar. [...] Tem que ser política, advogado não encontra [inaudível]. Se é político, como é a política? Tem que resolver essa porra... Tem que mudar o governo pra poder estancar essa sangria.

Machado - Tem que ser uma coisa política e rápida. Eu acho que ele está querendo... o PMDB. Prende, e bota lá embaixo. Imaginou?

Jucá - Você conversou com o Renan?

Machado - Não, quis primeiro conversar contigo porque tu é o mais sensato de todos.

Jucá - Eu acho que a gente precisa articular uma ação política.

Machado -...quis conversar primeiro contigo, que tenho maior intimidade. Depois eu quero conversar com Sarney e o Renan, com vocês três. [...] Eu estou convencido, com essa sinalização que conseguiu do Eduardo [incompreensível]. Desvincula do Renan.

Jucá - Mas esse negócio do Eduardo está atacando [incompreensível].

Machado - Mas ele [Janot] está querendo pegar vocês, tenho certeza absoluta.

Jucá - Não tem duas dúvidas.

Machado - Não, tenho certeza absoluta. E ele não vale um 'cibazol'. É um cara raivoso, rancoroso e etc. Então como é que ele age? Como não encontrou nada nem vai encontrar. [inaudível]

Jucá - O Moro virou uma 'Torre de Londres'.

Machado - Torre de Londres.

Jucá - Mandava o coitado pra lá para o cara confessar.

Machado - Pro cara confessar. Então a gente tem que agir como [incompreensível] e pensar numa fórmula para encontrar uma solução para isso.

Jucá - Converse com ele [Renan], converse com o Sarney, ouça eles, e vamos sentar pra gente...

Machado - Isso, Romero, o que eu acho primeiro: que é bom pra gente.
[...]

Segundo trecho

Jucá - Eu acho que você deveria procurar o Sarney, devia procurar o Renan,e a gente voltar a conversar depois. [incompreensível] 'como é que é'.

Machado - É porque... Se descer, Romero, não dá.
Jucá - Não é um desastre porque não tem nada a ver. Mas é um desgaste, porque você, pô, vai ficar exposto de uma forma sem necessidade. [...]

Machado - O Marcelo, o dono do Brasil, está preso há um ano. Sacanagem com

Marcelo, rapaz, nunca vi coisa igual. Sacanagem com aquele André Esteves, nunca vi coisa igual.

Jucá - Rapaz... [concordando]

Machado - Outra coisa. A frouxidão de vocês em prender o Delcídio foi um negócio inacreditável. [O Senado concordou com prisão decretada pelo STF]

Jucá - Sim, pô, não adianta soltar o Delcidio, aí o PT dá uma manobra, tira o cara, diz que o cara é culpado, como é que você segura uma porra dentro do plenário?

Machado - Mas o cara não foi preso em flagrante, tem que respeitar a lei. Respeito à lei, a lei diz clara...

Jucá - Pô, pois então. Ali não teve jeito não. A hora que o PT veio, entendeu, puxou o tapete dele, o Rui, a imprensa toda, os caras não seguraram, não.

Machado - Eu sei disso, foi uma cagada.
Jucá - Foi uma cagada geral.

Machado - Foi uma cagada geral. Foi uma cagada o Supremo fazer o que fez com o negócio de prender em segunda instância, isso é absurdo total que não que não dá interpretar, e ninguém fez nada. Ninguém fez ADIN, ninguém se questionou. Isso aí é para precipitar as delações. Romero, esquentou as delações, não escapa pedra...

Jucá - [incompreensível] no Brasil.

Machado - Não escapa pedra sobre pedra.[incompreensível]

Machado - Eu estou com todos os certificados do TCU, agora me deram, não devo nada, zero. E isso adianta alguma coisa? Então estou preocupado.

Jucá - Não, tem que cuidar mesmo.

Machado - Eu estou preocupado porque estou vendo que esse negócio da filha do Eduardo, da mulher, foi uma advertência para mim. E das histórias que estou sabendo, o interesse é pegar vocês. Nós. E o Renan, sobretudo.

Jucá - Não, o alvo na fila é o Renan. Depois do Eduardo Cunha... É o Eduardo Cunha, a Dilma, e depois é o Renan.

Machado - E ele [Janot] não tem nada. Se ele tivesse alguma coisa, ele ia me manter aqui em cima, para poder me forçar aqui em cima, porque ele não vai dar esse troféu pro Moro. Como ele não tem nada, ele quer ver se o Moro arranca...

Jucá -...para subir de novo.

Machado -...para poder subir de novo. É esse o esquema. Agora, como fazer?
Porque arranjar uma imunidade não tem como, não tem como. A gente tem que ter a saída porque é um perigo. E essa porra... A solução institucional demora ainda algum tempo, não acha?

Jucá - Tem que demorar três ou quatro meses no máximo. O país não aguenta mais do que isso, não.

Machado - Rapaz, a solução mais fácil era botar o Michel.

Jucá - [concordando] Só o Renan que está contra essa porra. 'Porque não gosta do Michel, porque o Michel é Eduardo Cunha'. Gente, esquece o Eduardo Cunha, o Eduardo Cunha está morto, porra.

Machado - É um acordo, botar o Michel, num grande acordo nacional.

Jucá - Com o Supremo, com tudo.

Machado - Com tudo, aí parava tudo.

Jucá - É. Delimitava onde está, pronto.

Machado - Parava tudo. Ou faz isso... Você viu a pesquisa de ontem que deu o Moro com 18% para a Presidência da República?

Jucá - Não vi, não. O Moro?

Machado - É aquilo que você diz, o Aécio não ganha porra nenhuma...

Jucá - Não, esquece. Nenhum político desse tradicional não ganha eleição, não.

Machado - O Aécio, rapaz... O Aécio não tem condição, a gente sabe disso, porra. Quem que não sabe? Quem não conhece o esquema do Aécio? Eu, que participei de campanha do PSDB...

Jucá - É, a gente viveu tudo


 A 'OPERAÇÃO LAVA - JATO'' já consegui sufocar ambos os setores e causar milhões de desempregos no Brasil. O foco dessa operação na corrupção não passa de uma manipulação política criminosa, uma vez que Governos Tucanos, milhares de vezes mais corruptos que os chamados operadores do Mensalão e Petrolão, nunca responderam a um chamado judicial. Além do que, o principal problema econômico do País não está assentado na corrupção . O maior problema econômico tem sua clara origem no trilionário confisco de tributos efetuados pelos banqueiros que todos os anos controlam a peça orçamentaria federal levando para os bancos privados quasse cinquenta por cento da arrecadação nacional. Em segundo lugar, está outro trilionário desvio de dinheiro pela burguesia nacional para os Paraísos Fiscais, cuja iniciativa nunca foi freada pelo BANCO CENTRAL DO BRASIL. Em terceiro, há ainda a sonegação interna de tributos por grandes empresas e bancos privados que, segundo denúncias da própria imprensa golpista, ultrapassa o montante de QUINHENTOS BILHÕES DE REAIS por ano. Em quarto lugar, e estratosfericamente superior a corrupção direta no Brasil, (DESVIO DE BILHÕES DE REAIS NO GOVERNO AÉCIO NEVES EM MG E OUTROS BILHÕES DE REAIS DESVIADOS PELO GOVERNO GERALDO AKCKMIN EM SP) estão os superfaturamentos de Obras Públicas muitas delas fúteis e dominadas pelo grande capital que atinge bilhões de reais ano a ano.Outro grande interesse dos capitalistas imperialistas, são as movimentações financeiras pelos grandes bancos brasileiros. Recentemente, a morte de dois altos executivos do Banco Bradesco trouxe a tona uma esgarçada disputa interna pela sua sucessão presidencial que está prevista para o início de 2016. Como o BRADESCO constitui um monstruoso império financeiro, atraiu para sí uma expressiva quantia de especuladores estrangeiros que vão desde Americanos, Europeus e Japoneses. Dentro da instituição bancária, formou-se dois setores completamente hostís entre sí. O setor capitaneado por um de seus Vice-Presidente, JOSÉ AUGUSTO PANCINI e mais ligado aos ''investidores internacionais'', travou uma aberta guerra contra outro setor ligado a outro Vice- Presidente MARCO ANTONIO ROSSI ( ''morto'' recentemente em acidente aéreo em Goiás). Sua morte foi acompanhada de enormes suspeitas , uma vez que ROSSI estava ligado a setores mais internos do País. O avião que conduzia MARCO ANTONIO ROSSI saiu de Brasília com destino a São Paulo e ''caiu misteriosamente''. O império pode ter derramado o sangue dos seus próprios entes para dar espaço aos mega-lucros dos especuladores internacionais e mesmo os gigantes financeiros não podem sair da mira e dos interesses dos imperialista, mesmo que coloquem em risco, estruturas como BRADESCO, ITAÚ , etc.O interesse pelo Imperialismo Americano pode ser ainda mais confirmado com a recente prisão do banqueiro ANDRÉ ESTEVES ligado ao BANCO BTG PACTUAL, que administra um valor quase trilionário de ativos financeiros e revela o olho grande dos especuladores Americanos. Comenta-se que o recém instalado escritório do megaespeculador Hungaro - Americano GEORGE SOROS no RIO DE JANEIRO , está atrelado a essas pretensões imperialistas. Outra questão que vem sendo denunciada é de que agentes da CIA e FBI vem dando ampla assistência à POLÍCIA FEDERAL e ao PODER JUDICIÁRIO FEDERAL na operação ''LAVA - JATO '' , oxigenando a todo momento o movimento pró golpe e centralizado por LILIANA AYALDE.Diante de um quadro político que se assemelha ao golpe fascista aplicado pelo Imperialismo Americano na Ucrânia financiado por GEORGE SOROS, faz-se necessário um amplo debate no Brasil para por fim a essa situação e possibilitar a recuperação econômica do País, bem como a estatização de todos esses setores econômicos de interesse dos parasitas internacionais como PETRÓLEO, CONSTRUÇÃO CIVIL E SETOR BANCÁRIO.Minha humilde opinião.Como vocês meus leitores já sabem eu não tenho compromisso com nenhuma teoria ou denúncia e apenas faço o que deve ser feito para adquirir conhecimento OBSERVAR TUDO e uma coisa que aprendi é que não devemos duvidar de nada e muito menos do Governo Norte Americano interesseiro e disposto a subornar ameaçar e matar e a fazer qualquer coisa para defender os seus interesses em detrimento do resto do mundo que na cabeça deles não passam de animais domesticados que não podem ou não devem se governar ou ter soberania como queiram.OBSERVAR TUDO E, em meio à tensão da Operação 

Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia.
Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia

Nenhum comentário:

Postar um comentário