domingo, 1 de janeiro de 2017

TODOS OS SERES HUMANOS SÃO O SONHO DE UMA SOMBRA

Píndaro também conhecido como Píndaro de Cinoscefale (518 a.C., Tebas – 438 a.C., Argos), foi um poeta grego, autor de "Epinícios" ou "Odes Triunfais", e autor também da célebre frase "Homem, torna-te no que és".








12 Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.


" as criaturas de um dia. O que é alguém? O que é ninguém? O homem é o sonho de uma sombra. No entanto, quando os deuses nos abençoem com amor ou com a vitória, então vamos nos tornar imortais!"

PÍNDARO

“Nada neste mundo se oculta dos olhos de Deus: a sua providência estende-se a tudo e por tudo.”
PÍNDARO

“O dia precedente é o mestre do dia seguinte.”
PÍNDARO


“Não é bom que toda a verdade revele tranquilamente a sua essência; e muitas vezes o silêncio é para o homem a melhor decisão.”
PÍNDARO


“Não banho as minhas palavras
na mentira; a ação é o controle de todo o homem.”
PÍNDARO


“O silêncio é a maior sabedoria do homem.”
PÍNDARO


“As palavras vivem mais do que os feitos.”
PÍNDARO


“Ó meu amigo, não te limites a aspirar à vida do possível, esgota antes o campo do possível.”
PÍNDARO


“Não é possível com mente mortal
indagar os pensamentos dos deuses.”
PÍNDARO



“Aqueles que seguem por caminhos sinuosos, jamais serão felizes.”
PÍNDARO


“Minha alma não aspira à vida imortal, mas esgota o campo do possível.”
PÍNDARO


“Muitas vezes o que se cala faz maior impacto do que o que se diz.”
PÍNDARO


“A glória dos mortais num só dia cresce, Mas basta um só dia, contrário e funesto, para que o destino, impiedoso, num gesto a lance por terra e ela, súbito, fenece.”


PÍNDARO


Ler capítulo 13 de 1 Coríntios
1 AINDA que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

3 E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

4 O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

5 Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;

6 Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

8 O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;

9 Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;

10 Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.

11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.

12 Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.

13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.



Rodrigo Veronezi Garcia é Blogueiro e estuda sobre Mitologia, Religião, História, Arqueologia, Ciências Ocultas, Sociedades Secretas, Segredos Militares, Geo Politica, Parapsicologia, Ufologia.
Rodrigo Veronezi Garcia Rodrigo Veronezi Garcia

Nenhum comentário:

Postar um comentário