quarta-feira, 13 de março de 2019

O EX PRESIDENTE LULA MERECE O PRÊMIO NOBEL DA PAZ



Na minha opinião e na opinião de dezenas de milhões de brasileiros além de musicos, artistas e intelectuais do mundo inteiro o ex presidente Lula merece o prêmio Nobel da Paz por tudo que ele fez pela população mais pobre do Basil e pelo exemplo que ele deu ao mundo com seus projetos de combate a fome e a inclusão social das classes menos favorecidas  


No período em que o ex-presidente Lula esteve à frente do país - oito anos encerrados em dezembro de 2010 -, houve queda de 50,64%.
Os dados são resultado de uma pesquisa realizada pelo economista Marcelo Neri, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a partir de resultados obtidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). "O Brasil mais do que cumpriu a meta do milênio", afirma Neri.
Entre dezembro de 2009 e dezembro de 2010, o avanço na redução da pobreza no país foi de 16,3%, duas vezes o registrado no período entre 2002 e 2008, quando a queda foi de 8,2%.
Ou seja, no acumulado desde o lançamento do Plano Real, que trouxe estabilidade econômica ao país, até o fim do ano passado, houve queda de 67,3% da pobreza. Para o economista, falta agora a "parte mais difícil do caminho".
"Certamente não é uma década espetacular em termos de crescimento da renda do brasileiro, mas, ainda assim, houve redução da desigualdade", afirmou.
No ano de 2010, a renda média do brasileiro cresceu 2 pontos percentuais acima do PIB, ao avançar 9,6%, enquanto a alta do PIB foi de 7,5% no período. "Em termos de renda do brasileiro, foi um ano excepcional, de crescimento chinês", disse Neri.
"Acho ousada a meta de erradicação de pobreza em cinco anos, mas já cumpriu uma parte importante do caminho de reduzir em 50% a pobreza entre 1990 e 2015", acrescentou.
O ponto mais elevado da renda média foi durante o período eleitoral, inclusive pelos incentivos de recuperação da crise econômica, como a redução de IPI. É bastante comum, de acordo com o economista, que a renda cresça nos anos eleitorais e caia um pouco no ano seguinte. Mas a pobreza caiu continuamente no mesmo período.
FONTE DE PESQUISA: O GLOBO 









O ex presidente Lula é o único que defende os interesses de 95% da população e dos trabalhadores brasileiros e os outros 5% são os que patrocinaram o Golpe e que dividem os lucros do trabalho de 95% dos trabalhadores brasileiros e isto é fato... qualquer outro candidato do MDB do DEM do PSDB, Bolsonaro etc.. defendem as elites que devem bilhões em impostos e por isto se forem eleitos vão aprovar a Reforma da Previdencia e a maioria dos trabalhadores brasileiros vai morrer antes de conseguir se aposentar porque a idade miníma de 65 anos é uma meta quase impossível para grande maioria que pega no pesado e que construiu este país.



Os diretórios estaduais do PT lançaram um manifesto oficial quando começou a perseguição política, onde se lê a verdade verdadeira :

“Condenam-nos não por nossos erros, que certamente ocorrem numa organização que reúne milhares de filiados. Perseguem-nos pelas nossas virtudes. Não suportam que o PT, em tão pouco tempo, tenha retirado da miséria extrema 40 milhões de brasileiros e brasileiras.”

Governos do PT criaram 18 universidades públicas  e os  números falam por si. Os governos do PT iniciaram uma verdadeira revolução no ensino brasileiro. Iniciativas das administrações de Luiz Inácio Lula da Silva...
O Governo Lula terminou com aprovação recorde da população, com número superior a 80% de avaliação positiva. Teve como principais marcas a manutenção da estabilidade econômica, a retomada do crescimento do País e a redução da pobreza e da desigualdade social.

O ex presidente Lula é o maior líder político da América do Sul e um dos maiores senão o maior líder político de esquerda do mundo na atualidade e nenhum outro político no mundo leva milhões de pessoas nas ruas de seu país para o defender de uma prisão política e arbitrária 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UMA EXPLICAÇÃO LÓGICA PARA O MASSACRE DE SUZANO

A globalização do school shootings é uma triste realidade do século XXI: Alemanha (2009) 10 mortos; Finlândia (2007) 8 mortos; Alema...