quarta-feira, 13 de março de 2019

UMA EXPLICAÇÃO LÓGICA PARA O MASSACRE DE SUZANO



A globalização do school shootings é uma triste realidade do século XXI: Alemanha (2009) 10 mortos; Finlândia (2007) 8 mortos; Alemanha (2006) 11 mortos; Canadá (2006) 1 morto e 19 feridos; Alemanha (2002) 1 policial, 2 alunos, 13 professores mortos e Japão (2001) 8 mortos.

O fenômeno conhecido como school shooting vem chamando a atenção do mundo, principalmente após a tragédia na Columbine High School, na cidade de Littleton, Colorado, nos Estados Unidos, em 1999. Posteriormente, em abril de 2007, o estudante Cho Seung-Hui protagonizou um massacre de proporções ainda maiores ao atirar contra estudantes do Virginia Polytechnic Institute and State University, matando 32 pessoas e se suicidando ao final.

Serão somente casos isolados, ou vitimas de programas de controle da mente (mind control), usadas para realizar uma agenda oculta para espalhar o caos e o medo entre a população?

Um estudo analisou ataques a tiros em massa em eventos nos quais pelo menos um atirador matou ou feriu intencionalmente pelo menos quatro outras pessoas e as taxas de mortalidade em escolas americanas para crianças e adolescentes de 5 a 18 anos desde 1940.

"Os Estados Unidos não tinham ataques que se encaixassem em nosso critério até 1940, quando o diretor júnior de uma escola de Ensino Médio matou o superintendente, o diretor, o gerente de negócios do distrito e dois professores, antes de tentar se matar, porque achava que seria demitido ao fim do ano letivo", afirma o estudo.

Os pesquisadores não encontraram ataques a tiros nos anos 1950 e 1960, seguidos de "um crescimento estável iniciado com um ataque a tiros em 1979 orquestrado por uma adolescente de 16 anos com deficiências mentais, que começou o ataque em uma escola primária, matando dois adultos e ferindo oito estudantes e um adulto", explica.

Desde então, os anos 90 foram um pico, quando 36 pessoas foram mortas em 13 ataques com armas de fogo, aponta.

Se esta denuncia é verdadeira – não sei porque M.W.Cooper haveria de ser tão infame assim de levantar calúnias tão graves ou também por que haveria de arriscar-se tanto e comprometer sua própria vida, com relato tão incrível. Vale a pena repetir:


“Forças ocultas predominantes decidiram que o modo mais eficiente de sustentar sua dispendiosa conexão das bases e outros projetos nefastos mais, era de monopolizar o mercado mundial e ilegal de drogas...! George Bush, um jovem membro do CFR, na ocasião, concordou em ajudar conjuntamente com a CIA e organizou a operação... A CIA atualmente controla todo o mercado ilegal de venda de drogas e de armas.

Há também outro aspecto muito mais terrível nesse plano maquiavélico, durante muitos, eles estiveram importando drogas, vendendo-as aos jovens desavisados de todo o mundo, principalmente aos pobres e as minorias desafortunadas.

Programas de bem-estar social foram forjados, exatamente criar e sustentar aqueles indivíduos que acabariam não trabalhando(criada a dependência ou toxicomania), essas mesmas forças ocultas começaram a cancelar gradativamente esses programas de bem-estar social, cortado o auxilio, com o fito exclusivo de desenvolver um enorme contingente de marginais e criminosos (e como abundam nas infinitas favelas das grandes cidades brasileiras! É bom que se saiba que esses não existiam nas décadas 1950 a 1970.

Ao mesmo tempo, esses mesmos indivíduos incentivariam a construção de armas militares sofisticadas, com grande poder de fogo, e encorajaram e facilitaram sua importação, fazendo que os próprios marginalizados as usassem. Tal manobra astuta sempre pretende incrementar o sentimento de insegurança da sociedade. Isso obrigaria os povos em geral a se amarem ou a exigirem o exercito nas ruas.

Eles estão agora forjando este sentimento de violência e anarquia quase todas as noites nos filmes da tv e diariamente nas manchetes dos jornais (é so ver as paginas policiais) Quando a opinião pública for dobrada, quando ficar subjugada por esta idéia, eles espalharam aos quatro ventos grupos armados, mas em verdade bodes expiatórios, massas de pancadaria.

Eles precisam diminuir bastante a população mundial, através de drogas, fome, violência, guerras descabidas, massacres! Haverá coisa pior do incentivar o uso desenfreado de drogas entre os jovens desavisados.

E qual a finalidade de tudo isso? Ora bem evidente:

a) forjar vários exércitos de marginais intoxicados, dependentes e violentos, que não somente aumentarão o consumo da droga, como também obrigarão outros incautos e desavisados que as usem. Tanto veteranos como novatos acabarão se autodestruindo.

b) Incrementar a compra de armas clandestinas com alto poder destrutivo, destinadas a estes bandos de manipulados, a fim de que eles, por esta ou aquela razão, nos convençam e que estão implantando terror na sociedade.

c) Incrementar a reação policial, que as vezes é mais injusta e cruel que a ação dos bandidos.

d) Arrumar situações de terrorismo infundado e gratuito

f) Por causa da ignorância generalizada a situação do crime e do combate ao crime transformou-se em calamidade pública. O pior é que tudo isto esta acontecendo de fato. Incidentes seriam encenados com o objetivo de acelerar esse pretenso programa de desarmamento.

Usando drogas e hipnotismo, num processo ou iniciativa chamado Orion, processo que envolve pacientes mentais (psicóticos crônicos), certos elementos da CIA inculcariam nessas pessoas condicionadas[via artimanhas psicotrônicas] o desejo de disparar em pátios de Escolas e nos lugares públicos, provocando a revolta popular e reforçando a encenação contra as armas de fogo. Este plano está em pleno andamento va continuar vingando como foi planejado.




Eles planejaram todas estas situações maquiavélicas, face a todas essas manobras de subjugação da humanidade o horror acima descrito aparece e é cotidiano. Só é cego quem não quer ver. E o que se esconde atrás dessa CIA, aquela minoria nefasta, hipnotizadora, terrível, cruel e prepotente? Por outro lado, que os filmes de cinema e das TVs ultimamente só estejam incrementando a violência, é um fato inegável. É por isso também que a violência externa ou do mundo aumenta sem cessar. A escola viva dentro do próprio lar, a TV, o fundamenta. Não há um dia uma noite, uma tarde, que não passe um filme de mortes e assassinatos. Dos jornais e revistas e livros sensacionalistas sobre o crime e os maus tratos então nem se fala.

g) O plano funcionou melhor que se esperava, chegando a expandir-se pelo mundo todo e que hoje ninguém mais consegue conter. Quer dizer também que as máfias da vida,os cartéis da Colômbia, do Peru, Bolívia, México, Panamá, Cuba, Brasil não passam de fachadas, de pequenos intermediários que aparecem, atrás dos quais se escondem forças poderosíssimas! Mas que forças são essas? Como é que uma minoria bem escondida chegou a tanto, a ponto de minar e aniquilar gerações inteiras de jovens?

CREDITOS: Ao psiquiatra Ernesto Bono que teve acesso a estas informações e teve sua filha assassinada depois de publicar o conteúdo deste Livro.


By Rodrigo Veronezi Garcia às março 13, 2019

Nenhum comentário:

Postar um comentário

UMA EXPLICAÇÃO LÓGICA PARA O MASSACRE DE SUZANO

A globalização do school shootings é uma triste realidade do século XXI: Alemanha (2009) 10 mortos; Finlândia (2007) 8 mortos; Alema...